Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Doce é teu beijo
Que por tempos esperei
Apenas para entregar-me
Na maciez de teus lábios

Esquecendo de mim
E viajando no prazer
Do suave e atroz desejo
Que teu beijo me fez viver

Na volúpia branda
Do intenso néctar
Despositado por nossa entrega

Num simples e ardente sonho
Que realidade se tornou
O beijo que comigo comungou.

(J.L.)

1 comentários:

Machado de Carlos disse...

Um grande momento! Um grande beijo! Os lábios se encontram, numa união que somam duas vidas em uma vida só. No fim, os néctares se transformam em sonhos! Podemos imaginar os dois corações batendo numa reciprocidade profunda!