Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!







É feliz quem tem um pai
Alguém que se preocupa
Ensina, labuta, faz o seu melhor

Há tantos filhos que sofrem com ausência
Ou com presença distante
Ou com a falta de consciência

Mas quem tem um pai é feliz
Há tantos gritos sufocados
Esperando um pai ao lado

Quem tem, sabe o que eu digo
Quem não tem, também
Pai, Pai,  é melhor amigo

Não tem perfeição
Bom pai tem boa ação
Não precisam de super poderes

Tem lá atenção singular
Que compreende e exorta
E com amor sabe ensinar

É feliz quem tem e teve um Pai
Que de PAPAI pôde chamar
E gratidão por toda a vida pode expressar.

(J.L.)



A gente não precisa de promessas
Nem de juras de amor eterno
Somos tão livres e tão nossos
Doamo-nos um ao outro

Não há porque duvidar
Assim podemos acreditar
A gente se conhece tão bem
Somos riso fácil com sonhos além

Não nos complementamos
Somos um e um que se adicionam
Não há diminuição nem por menores
Sabemos compartilhar nossos sentimentos

Vamos vivendo nossos momentos
Sem nada nos cobrar
E caso não dê mais certo
Ninguém precisa se sacrificar.



(J.L.)