Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Meu Deus, a Ti eu clamo:
Dentro de mim há trevas, mas em Ti encontro luz.
Estou sozinha, mas Tu não me abandonas.
Estou desanimada, mas em Tin encontro auxílio.
Estou inquieta, mas em Ti encontro a paz.
Dentro de mim há amargura, mas em Ti encontro paciência.
Não compreendo Teus planos, mas Tu conheces o meu caminho.





"Enquanto uns param,
outros avançam."

( J.L.)

" Quando não se busca o que ser quer,
certamente se terá outras felicidades mas 
nunca de fato aquela que desejou ter. "

( J.L.)

Às vezes a gente cansa, mas dentro de nós há uma força que nos impulsiona nesta vida, que não sabemos de onde vem. Talvez o ser mulher seja isto, sinônimo de fortaleza, onde acreditamos e reacreditamos sempre que necessário no vigor, na busca, na caminhada, nas escolhas...

Este ser mulher grita em nós! Dotado de sentimentos, de alegrias e em outros momentos marcado em cicatrizes que nos farão sempre lembrar as lutas que tivemos para chegar aonde chegamos.

Este ser mulher também silencia... e aqui aprendemos a preciosidade maior da vida, que é preciso ser nós, mulher, inteira, limitadas, porém fortes.

Somos mães, somos filhas, tias, sobrinhas, amigas, namoradas, somos esposas... Companheiras... Somos suporte... é bem aqui a nossa fortaleza...

Somos Mulheres!

(J.L.)



" Que não sejam meus,
que sejam Teus planos
derramados em graças
na minha vida Senhor."

(J.L.)