Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Amor nunca morre
Pe. Zezinho

Amor que é amor nunca morre
Me disse um amigo
Pra sempre eu guardei a lembrança
Do que ele falou
E vendo os problemas do mundo
Eu pensava comigo
É gente que errou na procura
E se decepcionou

E sempre que eu me enterrogava
Era a mesma resposta
Amor que é amor nunca morre
Eu tornava a dizer
E em noites sem nuvens
Me vi conteplando as estrelas
E ao vê-lasbrilhar novamente
É que eu pude entender

Amor que é amor nunca morre
Mas pode este de fato se dar
Que as nuvens escuras do tempo
Por tempo sem fim,não o deixem brilhar

Amor que é amor nunca morre
Este amigo repete
Concordo e não vou contestar
Que não tenha razão
Mas penso também que esse amor
Que hoje ganha as manchetes
É mais egoísmo que amor
É loucura, é paixão

E sempre eu vejo
Ao redor essa facilidade
De gente que pede outra chance
Outro amor,outro lar
Eu penso nas flores mirradas
Daqueles canteiros
Que algum jardineiro esqueceu
Ou não quis cultivar

Amor que é amor nunca morre
Mas pode também suceder
Que assim como certas roseiras
Que não se cultiva não chegue a crescer

Amor que é amor nunca morre
Mas pode também suceder
Que a falta de quem o cultive
Ele viva pequeno e não chegue a crescer

Por onde meus pensamentos vagueiam
Rodeados pela extrema loucura
Sugados pelos olhos da verdade
E por um perfil de sonho impossível.
Lá eles bailam em cirandas
Cantando a esperança
Pensamentos decolam, decolam
Como pássaros livres no céu azul

A sonhar
A esperar
Sem descançar
Sempre a buscar...
A razão é tão clara
Mas no coração existe o Amor que é cego
E que tão pouco quer enxergar

E se tudo o que me resta for pensar
Ou sonhar
Essa razão vou deixar
Porque penso e sonho
Que um dia vais mudar

Estarei aqui...
Pois quem ama sabe esperar!
SOU

Sou a calada cansada
O grito reprimido
O sonho nefasto

Sou a medida incalculada
O pensamento corroído
A esperança afastada

Sou o sentido aguçado
O medo temido
A ironia manifestada

Sou,

A aprendiz que vai vivendo
Sou reflexo, projeção do que aprendo
O que me dizes,manisfesta,assim contenho-me

Sou aquele ser humano
Que tanto tento fazer o bem
Mas nem sempre acerto e assim provenho-me
Sou a mistura de sentimentos
Sou imperfeita, como tu também!