Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!




A fé é conhecimento dentro do coração, no qual as provas não chegam...
Nenhum desejo vivo permanecerá irrealizável...
O Rio pressente o Mar antes mesmo de chegar ao escoadouro...
É a sede, não se esqueça, que conduz à prensa da uva...
Na vontade do ser humano, há um poder de desejo que transforma nossa escuridão em sol...

(Gibran)

Do livro: Gibran e o Amor

É verdade, nem sempre as coisas saem como gostaríamos.
Nem tudo pode ser azul como queremos e a pintura fica diferente.
Às vezes porque não damos a atenção devida, outras porque nem sabemos o que queremos.
Erramos a tonalidade.
E quando comungamos com outra pessoa a mesma tela, um saberá pintar melhor.
Um se dedicará mais.
Um amará mais.

E o azul nem sempre vai ter sua vivacidade, porque uma tela dividida é abertura de sentimentos e ninguém sente da mesma forma.
(J. L)



Crédito foto: Pintura Abstrata http://www.casadacultura.org/arte/arte_digital/aline_pottier/abstrato_grd.jpg


Você não conhece todos os meus desertos
Você costuma me ver mais sorrindo
Nem sempre vê minhas lágrimas
Nem meu coração quando chora

Você que me admira sem demora
Que rir de minhas loucuras tão bobas
E de minhas idéias improváveis
Ou sente meu carinho aberto

Vês?!

Veja assim como sou
Quando estou contigo, amigo, quero ser a melhor
Mas não tenho só o que é bom
Humana e limitada
Só te peço que suportes o meu pior.

(J.L.)



A vida dá
Depois te toma
Te devolve
Depois retoma
Tudo se embaralha
Depois se ajeita
Hora se perde
Depois ganha
Aprende pois que isso é viver
Que não existe fórmula pronta
Agora é assim
Mas o depois...
O depois contigo conta.


(J.L.)