Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Amar e ser amado eis o desejo de todo homem
E se não for amado deixará o homem de amar?
Então para que nascemos?
Senão para amarmos e ser amados
E choramos por não sermos amados
E rimos por amar
E lamentamos por tal amor
E decidimos não mais amar
Às vezes nos faz sufocar
Outro nos faz respirar
Mas que será essa tão difícil arte de amar?
Amamos corretamente ou erramos tentando amar?
E se queremos acertar porque não optar por simplesmente amar?
Se é dando que se recebe devemos então nos doar
Só sei que esta é a bandeira que vou levantar:
AMAR.

(J.L.)

0 comentários: