Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





A vida é tão imediata!

As vezes um amigo se vai sem saber que queríamos tanto vê-lo.

Quando pensamos que temos tempo, já não o temos mais.

E o tempo, as vezes é cruel. Não permite que voltemos, que haja despedida, que digamos o que existe em nosso ser. E as pessoas se vão...Para não mais voltarem...

Sem ao menos saberem o que deixaram em nós. Sem ouvir nossas saudades do tempo que permanecemos unidos.

A morte distancia a carne mas eu ainda creio no reencontro. Na vida que há de vir depois de passarmos por este espaço de vida humana, onde Deus nos permitirá, não somente estar alguns anos com aqueles a quem amamos, mas nos dará toda a eternidade para celebrarmos com alegria infinda a glória da amizade que começamos a provar aqui na Terra.

É! O tempo não Pará! E as vezes nem usufruímos do tempo que nos cabe.

Um dia nos veremos e teremos o encontro que o tempo em vida nos roubou.

Decanse nos braços de Deus Amiga!

(J.L.)