Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





O meu amor por ti aqui não será eterno
Pois sei que não viverei para sempre
Não será gratifiante
Pois não te beijo
Não te acalento
Apenas fico em um inexplicável tormento

O meu amor por ti é como o vento
Que percorre o mundo inteiro
Às vezes devasta a vegetação
Vai e volta
Frio ou sedento
Nunca cairá no esquecimento
Chega ocupando seu espaço suavimente.

(J.L.)

0 comentários: