Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Não digas que me encontrou

Não te percas em mim

Não me invente nem me recrie para tuas expectativas

Já sou!


Não te apegues ao meu menor prazer

Nem mude para me reter

Não tente sobrepor ou refazer meu ser para teus desejos

Já contenho-me!


Meu universo é assim

Não espere nada de mim

Vou girando e posso ter começo mas não tenho fim

Já pertenço-me!

(J.L.)


0 comentários: