Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





É só te ver assim
Pra meu coração sentir falta
Ter vontade de estar em teus braços
Ter-te para mim

Tua presença relembra a ausência
Restando-me recordações
Das noites  iluminadas
Pela alegria de estarmos juntos

Ausência doída pela tristeza
Ferida pela distância
Fincada pelas lembranças boas
Das  quais não mais podemos

Ah triste destino
Que enlaça amantes em tempo errado
E subjuga-os a viverem aquém
À margem de seus desejos impossíveis.


(J.L.)

0 comentários: