Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!




Na suavidade dos meus pensamentos te encontro
Sabe lá eu o que esperar
Eu sinto apenas
E é tão bom ver flores em mim desabrochar

Fechar os olhos e sentir o vento
Em sua calma e ditosa docilidade
Que toca a alma e abranda
Como o toque de tuas mãos delicadas

Sentimentos meus em mansidão
Que traz luz e dissipa a escuridão
Que o sol aquece e invade tão quão
Tua presença em meu coração.

(J.L.)


0 comentários: