Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





De Deus eu não sei muita coisa

Mesmo procurando-o

E tentando conhecê-lo mais.

De Deus eu não sei o tanto que Ele fez e faz.

De tudo que leio no livro sagrado

De tudo que procuro aprender

De tudo que escuto dos que o encontraram

De todos os milagres que são proferidos

De toda justiça que aos justo traz

De Deus eu não sei porque sempre faz


De Deus eu não sei muita coisa

Além do que me permitiu conhecer

Ver as leis que regem nosso relacionamento

Com Ele mesmo e com os outros

Nos deixando neste livre arbítrio

De escolhermos estar presos ou soltos

De todos os caminhos que passei

De todas as lágrimas de sufoco

De todas as buscas desesperadas

De Deus só sei que não sei quase nada.


(J.L.)

0 comentários: