Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Te amo com paciência
Com carinho e sem prepotência
Com vontade de me aproximar
Mas com medo de me dispensar
Com vontade de te abraçar
E com medo de me virar
Virar-me as costas sem pensar
Que irá fazer-me chorar
Chorar por tanto te amar
Sem saber como expressar
Por isso tranquilamente espero
O teu olhar me encontrar
E cheia de amor, amor,
Com amor vou te beijar.

(J.L.)

1 comentários:

katiamariaa disse...

Adorei. Muitas vezes nos encontramos como nesse poema. A esperar o encontro de um olhar, que vai fazer florar o amor desejado. O amor eterno, o amor perfeito, o amor verdadeiro...