Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Não costumo ler textos e livros pela metade, mesmo que os julguem desnecessários.

Há sempre uma razão pela qual o autor se dispôs em tal escrita. Se fico na primeira linha perco o contexto do que o autor quis dizer para criar um outro que o “eu” gostaria de ter lido.

Não desprezo leitura alguma, é bem nessa hora que aprendo, com o que diverge ou não de mim, o respeito pelo pensar de cada um.


(J.L.)

0 comentários: