Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Se nada fosse possível
Nós o faríamos mesmo assim
Não tem como explicar

Às vezes é querer
Às vezes é perigo
Às vezes é indescritível

O nós, é um pensar oculto
É um viver de risco
É uma liberdade que prende
É uma compreensão na cumplicidade
No momento, no qualquer dia

Tentar explicar para que?
Qual de nós poderia dizer?
Fica assim entre nós não explicito
Aquele subtendido que nem mesmo a gente entende.


(J.L.)

0 comentários: