Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!




Poderia falar o que quero falar
Mas não posso falar do que ainda não compreendo
E talvez nem seja compreensível
Posto que o coração explode
Mas a razão freia

Essa luta não sei quem ganha
Mas a batalha está travada
Eu queria perder pra mim mesma
Para esta consciência racional
Que empobrece meu coração

E deixar-me render pela emoção
Não resistir e persistir em lógicas
Ouvir toda canção
E dançar, morrer em
paixão.
(J.L.)

0 comentários: