Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!




Você foi quem me fez falar de amor
E me descobrir nas rimas da poesia
Suspirando pela alegria de querer estar contigo

Amar-te foi a primeira abertura do coração
O primeiro frio na barriga
A primeira noite sem dormir pensando em alguém

Amar-te foi a primeira dor
A primeira lágrima de amor
A primeira separação, mesmo sem tentar

Foi a continuação das esperanças de quando te encontrar
E me frustrar por todas as vezes que não deram certo
E foi ver o destino nos levar pra longe, pra bem longe

E sonhar por um dia poder reencontrá-lo
E viver mergulhada numa imensa saudade
Que transpassa a alma
E volta ao passado toda vez que uma chuva caí.


(J. L.)

0 comentários: