Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Ela tem tudo oposto
Aquele jeito de rir muito e rir alto, de falar sem delongas, falar o que quiser sem se importar com o que os outros pensam
Ela tem o jeito aventureiro de que topa tudo e depois ela disfarça, se atreve, mas também se recolhe
Ela sabe onde quer pisar, sonha, mas tem pé no chão
Ela tem o melhor humor, aqueles bem bobos e  para zangar é daqui para ali e da mesma forma se apressa em fazer as pazes
Ela gosta de poesia e não é romântica
Ela gosta de música, de cantar, mas se envolve em muitos silêncios
Ela tem tantos contrários de si mesma e de mim
Às vezes ela quer ser dura, mas seu coração é mole, não demora em fazer favores para agradar
E ela tem algo mais que me encanta, é aquilo que fica escondido no seu olhar, que não sei decifrar, que me deixa a sensação de que se eu não tentar ela me devora, como a esfinge. Na verdade, tenho a sensação de que ela me devorará de qualquer jeito.


(J.L.)

0 comentários: