Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!




Quero apenas minha própria vida como motivação para o meu viver.
O que chegar e ficar será acréscimo, o que não vem ou se for, que seja sem receio, não gosto de mendicância de sentimento algum, sei esperar mas não me limito a espera alguma.


Vou vivendo...
Vou indo...



E se tal espera chegar seja bem-vinda, se não, o caminho já é minha sequência, já faz parte de mim seguir ... 

Não tenho que esperar o que não vem, nem o que é indeciso, nem quero promessas vãs de ninguém, acostumei-me assim, na objetividade de minhas escolhas assumindo todas as consequências das mesmas, sem medo de ser feliz. 

(J.L.)

1 comentários:

Ordem do Saber disse...

Acho que essa é a maneira correta de viver.
Um dia aprendo à ser assim.

Uma boa semana.