Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Eu sentia cada gota tocando minha pele
Eu queria que muito pudesse levar de mim
Que lavasse não somente por fora
Que limpasse meu coração

Que levasse as lágrimas embora
E não me deixasse solidão
Que não doesse aqui dentro
Esse sentimento vão

Fico inerte com meus pensamentos
Meus desejos que tu, ó chuva, não me traz
Quem me dera ser parte de ti
E de mim não ser nada mais.

( J. L.)

1 comentários:

Denise disse...

Sentir a chuva em nossa pele é como se ela lavasse nossa alma. Lindo poema! Muita paz!