Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Vá vento
E leva na tua liberdade
As pequenas, minúsculas poeiras

Varre a vida
Como quem espera visita
Como quem se apronta para algo festejar

Leva contigo o inato
O improvável, a dúvida
Das furtivas e lânguidas amarguras

E deixa aqui apenas
Cá comigo o impulso
O som, o uivo do que se foi.

( J.L.)

0 comentários: