Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Quando eu me for
Não precisa me santificar
Dizendo que era uma pessoa boa
Bom mesmo, só Deus.

Podem falar das minhas zangas
Do meu mau humor
Do meu silencio fático
Das minhas criticas inusitadas
Da minha indignação e revolta
Diante de tantas hipocrisias

Podem falar que tentei
Tentei praticar a justiça
Tentei viver na verdade
Tentei ser solidária
Tentei perdoar, tentei mesmo

Tentei não julgar
Tentei olhar com esperança
Mesmo quando muita coisa mirrou
E por fim, tentei amar, eu quis amar
Eu busquei amar

E se eu não soube amar um ou outro
Foi porque aconteceu alguma coisa
Aqui dentro de mim, reflexo de atitudes
Mas acreditem
Eu ainda tentei amar.
Tentei...

( J.L.)


0 comentários: