Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!





Eu gosto de ser assim
Tão solta, tão eu
Sem apetrechos, ou etiquetas
Limitada ao “querer agradar”

Gosto de fazer o que quero fazer
Cantar, dançar, pular
E me sentir assim
Tão livre para ser eu mesma

Não me ater a pensamentos pequenos
De medidas e comportamentos
De contenções e adequações
Gosto do leve sem restrições

E gosto do riso tão fácil
Da gargalhada expressa
Do meu eu assim
Tão simples querendo ser feliz.


(J.L)

0 comentários: