Deixo aqui um pouco de mim. Deixe-me um pouco de você!






Quem poderá saber o que se passa no coração de alguém?
Quem poderá saber o que se passa na cabeça de alguém? 
Quem pode conhecer as dores profundas, inacessíveis ou contidas de alguém ?
Quem pode entender risos soltos, desprendidos e leves de alguém? 
Quem pode saber se a vida de quem tá a nossa frente tá melhor que a nossa se nem nos damos conta de tantos acontecimentos diários.
Como indagar tantas vezes e desejar sermos outra pessoa julgando que ela é feliz se nem ouvimos sua história. 
Quem pode saber quem é bom ou quem é mau , quem fez bem e quem fez mal, se ações divulgadas podem não ter boas intenções e vice-versa.
Quem pode saber tanto do outro e nem ter tempo para saber um pouco mais de si.


Creio que somente Deus perscruta nossos caminhos, sonda e conhece mais de nós que nós mesmo e é por isso que sempre acredito naqueles que se dirigem a Ele buscando resposta que ninguém no mundo pode dá, acredito que quando deixamos de nos importar tanto com o que é externo Ele nos mostra mais de nós, a verdadeira essência que somos, porque viemos Dele.

Feliz de quem pode crer, de quem acredita e busca melhorar dia após dia, não por medo de castigo, porque Deus não castiga e sabe disso quem busca conhecê-lo, Deus ama e faz justiça. E que triste o homem que confia em si mesmo , os que não creem e os que deixaram de crer, pois a esperança é dos filhos de Deus e quem não tem o que esperar é porque já morreu em vida.

E sim, é por isso que acredito que quem se dirige à Deus conhece mais de si e aí sim pode perceber o outro na sua dor ou na sua alegria, possibilitando a si mesmo e ao outro a graça de regozijar-se na vida pela vida, por cada vida, independente das lutas a serem travadas.

(J.L.)

0 comentários: